Causas Do Mau Hálito

Língua Branca, Sinal De Alerta Para O Mau Hálito

Língua Branca

De repente você olha ao espelhos e verifica que sua língua está toda branca. Pois bem, os especialistas explicam que a língua branca é causada por uma formação de saburra lingual, uma camada áspera que se forma principalmente na parte posterior da superfície da língua.

Em alguns casos, esse biofilme lingual pode também ficar amarelado ou amarronzado e é assim. É comum que você que tem língua branca tenham mau hálito e alterações do paladar.

Se você percebeu que sua língua está neste estado, corra e procure ajuda. É bem possível que você esteja com mau hálito e nem tenha percebido.

Língua Branca – Qual a causa deste problema?

Língua branca

A língua branca é causada pela diminuição da produção de saliva, pela descamação anormal do epitélio da mucosa bucal ou pela associação das duas situações.

Essas alterações favorecem a proliferação de bactérias na cavidade bucal e, consequentemente, a formação dessa camada, composta por essas bactérias, pelas células do epitélio e por restos de alimento, e consequentemente o mau hálito ou halitose.

A alteração de saliva e a descamação podem ocorrer em consequência de doenças ou até de alguns hábitos que podem facilmente ser abandonados.

Existem alguns hábitos que criam a língua branca.

Por exemplo: o ronco, uso de aparelhos ortodônticos, enxaguantes bucais com álcool e o costume de morder os dedos, lábios e bochechas são algumas das atividades rotineiras que podem alterar a salivação e a descamação da mucosa da boca.

Outros tipos de manifestações da língua branca

 

A língua branca, que está entre as causas do mau hálito, também se pode manifestar em forma de manchas brancas na língua, uma língua branca ou escura pilosa, ou um revestimento branco na língua.

A língua apresenta características importantes que a torna uma superfície relativamente retentiva. Ela deve ser observada em relação ao seu aspecto e você deve investigar caso note qualquer alteração na língua.

A língua pode sofrer outras alterações não desejadas, como as abaixo descritas:

  • Candidíase – a Cândida albicans (um fungo) cresce na superfície da língua e da boca. Ocorre mais frequentemente em pessoas que tomam esteroides e imunossupressores, e em diabéticos;
  • Cancro Oral – úlcera lingual que aparece e cresce rapidamente. O cancro oral é mais comum em pessoas que fumam e / ou bebem álcool exageradamente;
  • Macroglossia (língua grande) – pode ser devido a várias causas. Estes tipos de macroglossia incluem congênita, inflamatória, traumática, oncológica e causas metabólicas. Entre as causas de aumento da língua estão: doença da tireoide, linfangiomas e anormalidades congênitas;
  • Síndrome da ardência da língua – é um problema relativamente comum. A língua arde e tem a percepção de ter um paladar diferente e anormal. Aparentemente não se observa nenhum dano, a síndrome da ardência bucal pode ser causada por um leve problema nervoso.
  • Língua geográfica – surgem na superfície lingual manchas esbranquiçadas e regiões mais vermelhas (despapiladas) que periodicamente mudam de lugar e de aparência. A língua geográfica não provoca dor.
  • Glossite atrófica – a língua é lisa e de textura edemaciada. Muitas vezes é devido a anemia ou deficiência de vitamina do complexo B;
  • Úlceras de aftas pequenas – muito dolorosas e que aparecem periodicamente sobre a língua ou na boca. É relativamente comum e de causa desconhecida. Não são contagiosas e não estão relacionados com herpes;
  • Leucoplasia oral – manchas brancas que aparecem na língua que pode ser raspada. A leucoplasia pode ser benigna ou pode progredir para câncer oral;
  • Língua pilosa – as papilas podem crescer exageradamente a partir da língua, dando a ela uma aparência branca ou negra. Raspar as papilas corrige esta condição que é indolor.
  • Estomatite herpética – o vírus herpes pode causar feridas na língua, embora usualmente ocorra nos lábios;
  • Líquen plano – uma condição indolor que afeta a pele ou a boca. A causa é desconhecida, contudo, acredita-se que seja causado pelo sistema imune atacando a pele e a boca.

O que é a saburra lingual

Os microrganismos que colonizam a superfície da língua formam o biofilme lingual conhecido como saburra lingual.

A saburra lingual é uma placa bacteriana que se instala sobre a língua quando as condições do hospedeiro favorecem a aderência de microrganismos, muitos dos quais são patogênicos e também produtores de odores desagradáveis.

  • A saburra deve ser removida com o raspador lingual e em seguida tratado com bochecho com medicamentos de características oxidantes;
  • A saburra precisa de ser tratada do ponto de vista local, mas muitas vezes também exige o tratamento sistêmico com antibióticos, aumento da salivação e redução da descamação, além da fisiológica.

As estratégias de tratamento baseiam-se em: reduzir a população microbiana, reduzir a disponibilidade de nutrientes, transformar os gases que provocam maus odores, que são voláteis (sulfidreto) em sais de enxofre não voláteis e tratamento local com limpeza da língua e uso de Elixir.

Se você chegou até aqui na leitura deste artigo, é porque de alguma forma este assunto lhe interessa.

Portanto se você ou alguma pessoa de sua relação está com algum problema de mau hálito causado pela língua branca ou de outra origem qualquer, quero te dar uma dica.

Existe um produto “eficaz e matador”, que vai ajudar a você a acabar com o mau hálito, seja qual for a origem.

Basta clicar aqui para saber mais como acabar com o mau hálito de vez.

About the author

Como Acabar com Mau Hálito

Leave a Comment